Outubro 2018 – Newsletter

Setembro - Outubro 2018

 

Destaque:

Tema central: Redes eléctricas e florestas: paralelismo na gestão de activos

 

Fusão de textura em modelos 3D

Estágio de verão: estação meteorológica

Eventos a acontecer em 2019

 

 

Ver mais em newsletter Setembro-Outubro2018

 

Para receber a versão integral da nossa newsletter, contacte-nos através do e-mail: info@albatroz.engineering (artigo escrito em inglês)

Setembro_Outubro2018

Agosto 2018 – Newsletter

Julho - Agosto 2018

 

Destaque:

Tema central: CIGRÉ 2018 - Desenvolvimento Sustentável - Sustentabilidade, Eficiência, Incerteza

 

LiDAR aplicado à detecção individual de árvores

Albatroz na EASA Drone Workshop (APANT)

Albatroz Engenharia na 9ª edição RedBurros, Fly-In, Mogadouro (APANT)

Primeiro voo não tripulado com LiDAR para estudo de vegetação

 

 

Ver mais em newsletter Julho-Agosto2018

 

Para receber a versão integral da nossa newsletter, contacte-nos através do e-mail: info@albatroz.engineering (artigo escrito em inglês)

Julho Agosto2018

Dezembro 2017 – Newsletter

Novembro - Dezembro 2017

 

Destaque:

Tema central: Deteção automatizada de problemas visíveis em linhas eléctricas

 

Estágios de verão: Sense & Avoid com FLARM; Testes de FLARM com drones

Stronger Together! Encontro entre Air Tourane e Albatroz Engenharia

 

 

Ver mais em newsletter Novembro-Dezembro2017

 

Para receber a versão integral da nossa newsletter, contacte-nos através do e-mail: info@albatroz.engineering (artigo escrito em inglês)

Novembro_Dezembro2017

Sem categoria

Outubro 2017 – Newsletter

Agosto - Outubro 2017

 

Destaque:

Tema central: Multi-Echo LiDAR no terreno

 

Conferência ICAO sobre aviação não tripulada, Montréal, Canadá

Estágios de software IAESTE

CARPI 2018:  Conferência Internacional em Robótica Aplicada à Industria de Energia 

 

 

Ver mais em newsletter Agosto-Outubro2017

 

Para receber a versão integral da nossa newsletter, contacte-nos através do e-mail: info@albatroz.engineering  (artigo escrito em inglês)

Agosto_Outubro2017

CIRED 2015

Albatroz Engenharia na CIRED 2015

 

Este ano a Conferência Internacional e Exposição de Distribuição de Energia Elétrica (CIRED),  teve sua 23ª edição realizada em Lyon (França) de 15 a 18 de junho. O local escolhido foi o Centro de Convenções de Lyon, que oferece uma silhueta elegante e única incorporado entre o Ródano e o Parc de la Tête d'Or.
Contando com 1287 participantes da conferência de 60 países, mais de 550 visitantes da exposição, a CIRED 2015 quebrou todos os recordes de participação de edições anteriores desde 1971.
Cobrindo todo o campo dos sistemas de distribuição de energia elétrica e serviços associados, os aspectos técnicos do fornecimento de electricidade e aspectos relacionados, tais como redução de custos, ambiente, organização e habilidades a CIRED ofereceu 4 dias de conferências e exposições, mesas redondas, fóruns de investigação e inovação, tutoriais e sessões de posters.
A Albatroz Engenharia esteve presente no stand #D1, ao lado de uma das áreas de coffee break e aproveitou a oportunidade para mostrar alguns dos seus produtos e serviços nas áreas de software, hardware e aeronáutica.

 

 

Análise de dados de inspecções com LiDAR para calcular a taxa de aproximação da vegetação às linhas aéreas

Análise de dados de inspecções com LiDAR para calcular a taxa de aproximação da vegetação às Linhas Aéreas

por Rita Lopes1, Sandra Cordeiro1, Francisco Azevedo2, João Gomes Mota1

1 Albatroz Engenharia, Portugal, 2 NOVA Laboratory for Computer Science and Informatics, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Portugal

apresentado no simpósio IT4Energy, Lisboa, Abril 2015.

 

Resumo

Os factores ambientais são responsáveis pela maioria dos problemas das linhas eléctricas aéreas, estando uma parte significativa relacionados com a vegetação, maioritariamente na rede de distribuição. A manutenção é a chave para reduzir as ocorrências de acontecimentos relacionados com a vegetação, tem no entanto um impacto significativo no custo da gestão de activos da rede eléctrica e portanto deve ser optimizada. Este trabalho propõe um método para calcular as taxas de aproximação da vegetação, baseado nos dados LiDAR adquiridos durante as inspecções aéreas, com o intuito de optimizar os processos de manutenção e reduzir o impacto desta actividade na biodiversidade local.

Palavras chave:

Manutenção; Linhas eléctricas aéreas; Inspecção; LiDAR; Gestão da vegetação

Manutenção baseada no risco e gestão de tempo de vida das linhas aéreas

Manutenção baseada no risco e gestão de tempo de vida das linhas aéreas

por N. Pinho da Silva1, J. Casaca2, F. Azevedo 3, J. Gomes-Mota1, L. Campos-Pinto2

1 Albatroz Engenharia, 2 REN - Rede Eléctrica Nacional, 3 CENTRIA-FCT-Universidade Nova de Lisboa

apresentado na Conferência "Innovation for Secure and Efficient Transmission Grids" CIGRE Belgium 2014 , 12-14 Março, Bruxelas, Bélgica.

Resumo

O Operador do Sistema de Transmissão Português [ TSO - Transmission System Operator] lançou um programa de longo prazo para desenvolvimento de uma metodologia para otimizar a exploração e manutenção das linhas aéreas [ OHL - Over-Head Lines] baseada em modelos de risco e tempo de vida restante, a partir de informações de ativos , inspeção, manutenção e dados de terceiros. A metodologia deve fornecer estimativas de risco do dia seguinte e no próximo ano para operação e manutenção, respectivamente.

Os autores propõem uma combinação informações heterogéneas num modelo probabilístico que pode ser usado para encontrar políticas de manutenção, otimizando o compromisso entre redução de custos e qualidade de serviço. Ela aproveita os dados de campo de inspeções feitas a partir de helicóptero, o registos de eventos e os dados de terceiros. Essa abordagem é particularmente adequada à análise de risco das linhas pois estas estendem-se sobre territórios heterogéneos e estão sujeitas a múltiplos factores ambientais.

O procedimento considera a interação entre a OHL e o seu contexto espacio-temporal, afastando-se do método tradicional componente a componente para uma análise sistémica. Para lidar com a heterogeneidade coberto linhas de transmissão, a resolução espacial do modelo é orientada aos dados, variando de unidades administrativas portuguesas (maior) para o espaço físico (menor), de acordo com a forma como os dados são geograficamente modulados, enquanto a unidade de tempo pode variar de segundos a anos, satisfazendo assim os diversos requisitos tempo-âmbito do trabalho definido pela REN, o TSO em Portugal.

A metodologia suficientemente genérica para ser aplicado a diferentes contingências e diferentes intervalos temporais. O artigo mostra um exemplo de manutenção baseada no risco, considerando a fiabilidade da OHL sujeita a incêndios florestais, nevoeiro, e obstáculos como a vegetação.

 

Keywords

Manutenção e operação baseada em risco, Fiabilidade, Inspecção linhas aéreas, LiDAR

cigre2014be

Pontos de interesse de vegetação baseados em LiDAR (em cima) e ocupação do solo (em baixo)

Avaliação unificada de estado para avaliação de fiabilidade de redes de energia aéreas

Avaliação unificada de estado para avaliação de fiabilidade de redes de energia aéreas 

por João Gomes-Mota

apresentado na International Conference on Condition Monitoring, Diagnosis and Maintenance - CMDM 2011, Bucareste, Roménia, 19 a 23 de Setembro, 2011, cmdm2011.org .

 

Resumo

As inspecções de linhas eléctricas aéreas têm tendência a incorporar cada vez mais funções à medida que a necessidade de melhoria contínua da qualidade de serviço com recursos limitados. Simultaneamente, as tendências actuais na gestão de activos e na sub-contratação («outsourcing») da manutenção induzem os gestores da rede a considerar as linhas como uma única entidade que deve ser examinada e cirurgicamente intervencionada; neste processo, abandona-se o modelo da cascata de equipamentos e sistemas em cascatas que são mantidas por diferentes grupos.

Estes motivos deram origem a uma nova abordagem à gestão dos activos em que as linhas são encadradas como indivíduos e as redes como uma população de linhas eléctricas e subestações. Reunindo os dois tipos de indivíduos, a população (a rede!) pode ser definida como uma estrutura co-dependente de um grafo em que os arcos são as linhas e os vértices as subestações. Deste modo, a fiabilidade de cada indivíduo depende da avaliação unificada do seu estado para fins de fiabilidade («unified status evaluation for reliability»). Para comparar pontos de interesse encontrados em diferentes funções de inspecção aplica-se um conjunto limitado de regras de classificação para que todos os dados encontrados sejam expressos em formatos comparáveis. No artigo ilustram-se métodos de classificação para as funções de termografia, distância à vegetação e inspecções visuais. São referidos os benefícios e as limitações do método.

Um índice de risco é calculado a partir da classificação semi-quantitativa dos pontos de interesse detectados em cada par apoio-vão. Então, o método é propagado para toda a linha eléctrica (uma sequência de pares apoio-vão) e, posteriormente a conjuntos de linhas.

 

Palavras-chave

 Linhas aéreas, inspeção, LiDAR, vídeo, rastreamento, sistemas em tempo real, segurança, helicópteros, interfaces de usuário.

Esforço de manutenção de vegetação crescente (kms no eixo vertical) à medida que se reduz o tecto aceitável do índice de risco (índice de risco no eixo horizontal)

Desenhando uma família de sistemas de inspecção de linhas desde o peão até ao helicóptero tripulado (PT)

Desenhando uma família de sistemas de inspecção de linhas desde o peão até ao helicóptero tripulado

por João Gomes Mota (Comité de Estudos B2)

artigo em Português apresentado no XIV ERIAC - XIV Encontro Região Ibero-Americana do CIGRÉ, Ciudad del Este, Paraguai, 22 a 26 de Maio, 2011, xiveriac.cigre.org.py .

 

Resumo

A diversidade de linhas eléctricas aéreas que necessitam de inspecção justificou a criação de uma família de soluções que integre as várias funções de inspecção e permita desenhar um sistema tecnicamente eficaz e economicamente eficiente para cada tipo de rede.

O artigo começa com uma breve ilustração do mercado do ponto de vista da engenharia de sistemas e com a descrição de cada uma das funções de inspecção e seus pontos críticos no desenho: inspecção visual, registo imagens, termografia, ultra-violeta e vegetação. A secção principal apresenta o processo de desenho dos sistemas de inspecções a partir do ponto de vista da empresa eléctrica, seguido de referências a sistemas montados em veículos aéreos tripulados, não tripulados, terrestres ou mesmo sem veículo.

É dado relevo ao impacto do factor humano no desenho, à necessidade de olhar a inspecção como parte de um ciclo global de exploração que inclui a manutenção e a auditoria, à segurança aeronáutica e ao impacto da inspecção no meio ambiente e populações vizinhas das linhas.

Palavras-Chave

Inspecção de linhas – gestão de risco operacional – interoperabilidade – eficiência – ambiente – Veículo Aéreo Não Tripulado – helicóptero – todo o terreno – termografia – vídeo – LiDAR

eriac2011a

Estratificação de inspecções por função de inspecção e por veículos de inspecção

eriac2011b